Destaque

ML3 celebra 20 anos de uma trajetória vitoriosa

27/04/2021

Fundada no dia 27 de abril de 2001, a ML3 Corretagem de Seguros, sócia-parceira do CVG-SP, está comemorando 20 anos. O fundador Maurício Leite relata que trabalhava junto com irmão Fábio Leite, quando decidiram, em 2001, seguir rumos distintos. Assim surgiu também na mesma data a Faol Assessoria, Consultoria e Corretagem de Seguros. O nome ML3 vem das iniciais de Maurício Leite e do número 3, que representa a soma de outras duas empresas que deram origem à corretora, a Lábaro e a Pro Ex (para vocês, em latim). “Não sou supersticioso, mas o 3 também é um número de sorte para mim”, diz.

Com sua base em São Paulo e clientes em todo o país, a ML3 atua em ramos elementares e seguros de pessoas. Segundo Maurício Leite, o resultado é bastante equilibrado, tanto que em termos de produção os ramos vida e saúde faturam tanto quanto ramos elementares. O plano da empresa agora é aumentar as vendas no ramo de pessoas. Para tanto, está criando uma estratégia de abordagem de clientes, porque acredita que a oferta tem de ser ampla. “Temos de falar para as pessoas sobre o seguro de vida, previdência, benefícios e precisamos de uma estratégia”, diz.

Em um balanço dos 20 anos da ML3, Maurício Leite manifesta o orgulho pela correta atuação da empresa. “A sensação é de ter feito o bem, na medida em que nunca deixamos de atender um cliente por uma falha na venda. Ou seja, procuramos sempre vender corretamente. Por isso, chegamos aos 20 anos com muito orgulho de fazer bem feito”, diz. Também orgulhoso de atuar na corretagem de seguros, ele conclui que a trajetória foi boa. “Fico emocionado de olhar para trás e ver que a estrada não foi tão tortuosa quanto parecia ser. Agradeço ao mercado as oportunidades”, diz.

Sobre as perspectivas, Mauricio Leite observa que o mercado está resistindo à crise, sobretudo quando apresenta números positivos, como o crescimento de 11,4% no primeiro bimestre. “Isso significa que o potencial é grande e que o consumidor quer ter a sua apólice de seguro. Por isso, temos de oferecer”, diz. Ele destaca, principalmente, o papel do seguro de vida. “Nesse momento de pandemia, o seguro de vida é muito importante, porque às vezes a família não tem nada ou está com seus ativos presos. O mercado é amplo, mas temos de conversar sobre seguro de vida”, diz.

 

Fonte: CVG-SP | Texto: Márcia Alves