Destaque

Escola Nacional de Seguros firma parceria com CVG-SP

26/10/2017

Clique em "Saiba Mais" para ver todas as fotos e a apresentação do evento.

Escola Nacional de Seguros firma parceria com CVG-SP
ENS apresenta novos programas de 2018 em almoço do Clube

O Clube Vida em Grupo São Paulo realizou um almoço, na tarde de 26 de outubro, no Terraço Itália, em São Paulo; e o ponto alto do evento foi o convênio firmado com a Escola Nacional de Seguros que proporcionará descontos para os colaboradores das associadas do CVG-SP nos cursos de ensino superior: de graduação, MBA, pós-graduação e extensão.

“A parceria entre o CVG-SP e a Escola Nacional de Seguros sempre foi um pleito do Clube e hoje realizamos esse sonho”, afirmou o presidente Silas Kasahaya, declarando também que a Entidade e a Escola têm em seus segmentos muita sinergia e diversas complementaridades, gerando possibilidades de ações que podem ajudar o setor a se aperfeiçoar, ampliar o conhecimento e fortalecer a formação técnica do mercado.

O evento contou com palestra de Maria Helena Monteiro, diretora de Ensino Técnico e de Mario Pinto, diretor de Ensino Superior, ambos da Escola Nacional de Seguros. A mesa diretora foi formada pelo presidente do CVG-SP, os palestrantes e também com os senhores Adevaldo Calegari, mentor do CCS-SP; João Marcelo dos Santos, presidente da ANSP; Marcos Colantonio, presidente da Aconseg-SP; Osmar Bertacini, presidente da APTS e Pedro Barbato Filho, presidente da Camaracor-SP.

No almoço, também foi registrada a presença das seguintes autoridades: Affonso Heleno Oliveira Fausto, presidente da SBCS; José Amélio Souza, mentor do CCSOR; Marcelo Guirao, conselheiro da UCS e Rosa Antunes, presidente da Acoplan. Vários membros da Escola Nacional de Seguros também prestigiaram o evento: Ronny Martins, gerente regional SP; Valéria Graciano, coordenadora; Gustavo Venda, Luiz Macoto Sakamoto, Marco Aurelio Amaral, Monique Guimarães, Silvane Maiello e Tatiana Freire.

O presidente, Silas Kasahaya, agradeceu a presença dos fundadores e conselheiros do CVG-SP: Dilmo Bantim Moreira, atual presidente do conselho consultivo; Osmar Bertacini, Paulo Meinberg, Maurício do Amaral e Ronaldo Megda. Também marcou o comparecimento dos diretores: Tiago Moraes, César Augusto Cordeiro, Gustavo Toledo e Luiz Eduardo B. Prodomo.

No início dos trabalhos, o presidente homenageou Luis López Vazquez, falecido no início de outubro, lembrando que Vazquez faria aniversário no dia 4 de outubro e afirmou que o mesmo sempre será lembrado com muito carinho pelo mercado.

Dando continuidade, pediu que marcassem na agenda a festa de confraternização de final de ano, que será no dia 29 de novembro no Trio Pérgola ONE, na avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, 105, na Vila Olímpia. “Estão todos convidados”, afirmou Kasahaya.

E, finalizou os comunicados, anunciando um café da manhã com o MDRT. As informações serão divulgadas em breve, completou.

 

 

 

 

 

 

Sobre a palestra

Maria Helena Monteiro, diretora de Ensino Técnico da Escola Nacional de Seguros, iniciou a apresentação com as dimensões, tipos de cursos, estratégias e números da instituição de ensino. Na introdução, Maria Helena lembra que a ENS conta com duas mantenedoras que são a Fenacor e a CNseg e que a gestão está organizada por um organograma encabeçado por três conselhos: Conselho Acadêmico Institucional, Comitê Patrimonial/Gestão de Investimentos e Conselho Fiscal, os quais regulam as atividades da Escola.

Segundo a palestrante, os objetivos estratégicos da ENS, que estão em desenvolvimento, estão estruturados em três pontos:

ü  Ampliação de programas no Ensino a Distância – EAD

ü  Modernização da Infraestrutura da ENS

ü  Expansão geográfica

 A Escola conta com 1.500 professores com mais de 100 localidades atendidas em todo território nacional e com 79 salas de aulas funcionando regularmente.

Entretanto, os números mais expressivos da ENS são do EAD, pois 43 mil pessoas já foram alunos a distância da instituição e mais 31 mil foram educandos presenciais, tendo sido assistidos o total de 74 mil estudantes. São 20 mil alunos recebidos por ano da Escola, somando-se o EAD e presencial.

Mario Pinto, diretor de Ensino Superior da Escola Nacional de Seguros, expôs o processo de crescimento acelerado da ENS com esforços para atender as demandas do mercado na área do ensino superior com cursos de bacharelado, tecnólogo e MBA, inclusive com turmas in company.

Foram oferecidos 118 cursos de extensão em 2016, as disciplinas são reconhecidas e podem ser aproveitadas nos cursos de MBA da ENS. A grande novidade fica por conta do MBA por EAD que foi aprovado pelo MEC recentemente e que deve ser iniciado em março de 2018. As inscrições já estão abertas.

“A Escola vive hoje um momento de muita intensidade em termos de ofertas de cursos, sendo que essa oferta começa a partir da leitura das necessidades do mercado. Então esse curso não começa na ENS, ele se inicia com a Escola ouvindo e entendendo as demandas do setor e construindo uma grade que responda às premências”, explica Mario Pinto.

Ainda segundo o diretor de Ensino Superior, o mercado segurador ainda pode esperar por mais novidades. Já está tramitando no MEC o pedido de reconhecimento e liberação de outros cursos em EAD para a ENS. Não há prazo para a liberação dos cursos, mas o diretor acredita que em 2019 esses cursos já possam ser ofertados.

Finalizando a palestra, Maria Helena Monteiro explica que o carro-chefe dos cursos técnicos é o curso de habilitação de corretores de seguros. Foram 4.800 corretores habilitados no Brasil em 2016 pela Escola Nacional de Seguros, mas existem muitos outros cursos e inclusive palestras (todas as palestras são gratuitas) coordenadas pela Tatiana Freire. “Temos algumas novidades para 2018 no ensino técnico da ENS, a primeira é a revisão total do curso de habilitação do corretor de seguros. Esse trabalho contou com uma consulta em âmbito nacional com a participação dos professores mais experientes da Escola e foi finalizado por meio de grupos focais, no Rio de Janeiro e em São Paulo”, concluiu Maria Helena.

A mesa diretora se pronunciou e Adevaldo Calegari, mentor do CCS-SP, afirmou que o mercado tem uma entidade de ensino séria.  “O crescimento desse mercado se deve em grande parte por conta da atuação da Escola Nacional de Seguros”, ressaltou.

Pedro Barbato Filho, presidente da Camaracor-SP, parabenizou a Escola e lembrou que sempre faz a divulgação das novidades da Escola em sua programação da Rádio Imprensa FM no programa A Grande Jornada Pelo Mundo do Seguro.

Marcos Colantonio, presidente da Aconseg-SP, registrou suas felicitações ao CVG-SP e a Escola pela parceria firmada “Coligações como essas são fundamentais para que possamos, cada vez mais, preparar melhor nossos profissionais”, afirmou.

João Marcelo dos Santos, presidente da ANSP, lembrou que foi membro do conselho deliberativo da ENS e sabe do esforço que a Escola faz para levar ensino de qualidade para várias partes do Brasil. “A educação é fundamental e o Brasil não vai evoluir enquanto não se investir em educação com prioridade”, concluiu.

Osmar Bertacini, presidente da APTS, diz que é professor da Escola com muito orgulho e que seus alunos são corretores de sucesso. “Só para se ter uma ideia, Armando Vergílio e Joaquim Mendanha foram meus alunos”, relembrou.

Mario Pinto, diretor de Ensino Superior da Escola Nacional de Seguros agradeceu pelas palavras de todos e disse que a Escola é feita por pessoas e para pessoas, por isso é dever da direção manter todas as pessoas envolvidas sempre motivadas para melhorar cada vez mais a oferta e a procura do mercado.

“O CVG tem muita satisfação nessa parceria e agradece à Escola pela efetivação do convênio. Termino esse evento parabenizando a Escola Nacional de Seguros pelo pioneirismo vanguardista que não hesita em inovar buscando o que há de mais moderno para atender as demandas do setor”, concluiu Silas Kasahaya.