Destaque

Delphos retoma parceria de sucesso com o CVG-SP

08/05/2022

Não é apenas o CVG-SP que está comemorando o retorno ao quadro associativo de sua sócia-parceira Delphos, empresa pioneira na prestação de serviços especializados ao mercado segurador. Do seu lado, a Delphos, segundo a presidente Elisabete Prado, também está celebrando “a retomada da parceria de sucesso”, depois de um intervalo de “ausência física”, que coincidiu com o período da pandemia.

Em abril, a Delphos assumiu, novamente, a condição de sócia-parceira. “Na prática, nunca estivemos longe (do CVG-SP), pois, mantivemos contato e acompanhamos as publicações e novidades divulgadas”, diz a executiva. O relacionamento com CVG-SP, segundo Elisabete Prado, sempre foi muito valioso. “Temos um imenso respeito pela entidade, pelas pessoas que a administram e por todas as empresas associadas”, diz.

Trajetória

Fundada em 1967 pelos atuários Jayme da Silva Menezes e José Américo Peón de Sá e pelo corretor de seguros Fernando Newlands, a Delphos completa em maio 55 anos de existência. Durante a sua trajetória, a empresa consolidou atuação nos serviços BPO (Business Process Outsourcing, que pode ser traduzido como Terceirização de Processos de Negócios). Os números exibidos comprovam o seu sucesso:

- 3.3 milhões de sinistros regulados dos mais diferentes ramos, incluindo o DPVAT

- 13 milhões de seguros processados em um mês

- R$ 61 milhões de indenizações arbitradas em um ano

- R$ 250 milhões em prêmios de seguro em um ano, administrados em nome de seguradoras

- R$ 90 bilhões de LMI (limite máximo de indenização) administrados

- 3 milhões de imóveis gerenciados em carteiras de seguros

- 4 milhões de vidas gerenciadas em seguros

- 400 mil autores de ações judiciais do SH/SFH mantidos em base de dados

 

Novo patamar

Durante a pandemia, a Delphos se reinventou. Entre 2020 e 2021, a empresa ampliou o escopo do BPO, passando a oferecer, além das consagradas atividades de backoffice, auxílio às seguradoras em questões gerenciais, como subscrição do riscos e análises de performance e indicadores. Outra inovação foi a vistoria remota, que possibilitou a otimização de custos e prazos em um mercado cada vez mais competitivo.

No último ano, a Delphos conquistou mais abrangência e alcance na sua atuação com novas soluções incorporadas ao seu portfólio. “Praticamente, todas são utilizadas em nossas operações de BPO de Gestão e podem ser adquiridas de forma isolada pelas seguradoras contratantes”, diz Elisabete Prado. As soluções são:

- ÁpiDelphos (ferramenta para auxílio no processo de subscrição para pessoas e imóveis)

- SajDelphos (sistema de apoio administrativo para ações judiciais)

SegDelphos (ERP - sistema operacional para gestão de backoffice das seguradoras)

- SinDelphos (portal para avisos e acompanhamento de processos de sinistros de pessoas e imóveis)

- SvrDelphos (sistema para vistorias remotas em imóveis)

- VinDelphos (Business Intelligence para a Visão de Negócios)

Evolução tecnológica

A transformação digital do seguro foi acelerada pela pandemia, mas Elisabete Prado acredita que sempre será necessário continuar. No âmbito do segmento de prestação de serviços, ela reconhece a importância da tecnologia. “Hoje, existem soluções que nem eram imaginadas há três anos. Por outro lado, inovações consideradas boas em um ano, no seguinte podem não ser mais suficientes”, diz.

Não por acaso, os principais desafios da Delphos, na opinião de sua presidente, estão relacionados à tecnologia.  “Para os novos cenários, a tecnologia requer altos investimentos e também profissionais de TI, que, atualmente, estão muito demandados. A capacidade de contratação de talentos tem se tornado cada vez mais competitiva, daí porque o próprio processo de retenção precisa ser reinventado todos os dias”, diz.     

https://www.delphos.com.br/

Fonte: CVG-SP | Texto: Márcia Alves