Destaque

CVG-SP divulga data da posse de diretoria e antecipa novidades

01/03/2021

A nova diretoria do CVG-SP eleita para a gestão 2021/2022 assumiu o comando no dia 1º de janeiro e, desde então, inúmeros trabalhos estão em andamento. Caso, por exemplo, do curso de ensino à distância (EaD), que iniciará a primeira turma aberta, e dos cursos de capacitação no formato de webinar, que já começaram. Mas, além da continuidade do trabalho executado pela gestão anterior, a nova diretoria tem muitos planos para o CVG-SP.

Os detalhes do planejamento para o biênio serão anunciados durante a posse virtual de diretoria, no dia 30 de março, às 9h, com transmissão pela internet. O presidente Marcos Kobayashi revela que sua expectativa era realizar a cerimônia presencial até o primeiro trimestre, tão logo toda a população fosse imunizada contra a covid-19. Mas, diante do impasse das vacinas, optou pela cerimônia virtual, que, segundo ele, seguirá o mesmo roteiro das posses anteriores.

Gestão compartilhada

Kobayashi adianta que um dos objetivos de seu mandato é praticar a gestão compartilhada. Segundo ele, trata-se de conceder autonomia e maior poder de decisão aos diretores para tocarem projetos, previamente aprovados pelo colegiado, em prol do desenvolvimento do CVG-SP e do mercado. “A incumbência partirá da presidência, mas cada um terá espaço, destaque e a responsabilidade de liderar a execução do respectivo trabalho”, diz.

Além do presidente e dos dois vice-presidentes, a atual diretoria do CVG-SP é composta por mais 23 membros, divididos em quatro diretorias: Administrativo Financeiro, Relações com o Mercado, Seguros e Comissão Fiscal. De acordo com Kobayashi, todas as pastas já têm seu plano de gestão, que será apresentado durante a posse. “A diretoria está bem alinhada. Aliás, estou feliz porque as expectativas de muitos que estão chegando agora ao CVG-SP foram contempladas no planejamento”, afirma.

Propósitos

O novo presidente faz questão de reconhecer o avanço do CVG-SP nas últimas gestões de Silas Kasahaya. “O CVG-SP vem de um período de constante evolução e inovação. O Silas implementou novidades, como a TV CVG, a série Pílulas de Vida, os webinars e as lives, que serão continuados por esta gestão, porque queremos manter o CVG-SP no caminho da evolução”, diz.

Outra intenção, segundo o dirigente, é atuar com o foco no desenvolvimento do mercado de seguro de pessoas. “Nosso maior propósito é ver o mercado crescer, ver os profissionais altamente capacitados”, diz. Para tanto, a diretoria estabeleceu três pilares. O primeiro é a manutenção do reconhecido trabalho do CVG-SP na área de formação e capacitação profissional técnica em seguro de pessoas, por meio de cursos presenciais, EaD, workshops, além de debates técnicos.

O segundo pilar, de acordo com o presidente, é voltado ao relacionamento entre profissionais e players do mercado, sejam virtuais ou presenciais. “A ideia é unir segmentos do mercado, como corretores, assessorias, prestadoras de serviços – incluindo assistências e tecnologia -, resseguradoras e seguradoras. Na outra ponta, nosso compromisso é aproximar pessoas para que troquem ideias, discutam problemas e encontrem soluções conjuntas”, diz.

Por fim, o terceiro pilar está baseado no compartilhamento de informações e na geração de conteúdo. “Este trabalho já é realizado pelo CVG-SP, mas, de agora em diante, terá reforço e estímulo para gerar conteúdo que possa abastecer o mercado. O CVG-SP tem muita credibilidade e as pessoas que o compõem podem compartilhar muitas informações técnicas que servirão para apoiar projetos, ideias, inovações e promover o debate público”, diz.

Foco ampliado

Além do seguro de vida, o foco do CVG-SP está em todos os ramos que compõem o seguro de pessoas, incluindo benefícios e previdência privada. Em sua gestão, Kobayashi planeja dar destaque também para outros segmentos, como saúde e odonto. “Vida é o DNA do CVG-SP, mas queremos trazer outros segmentos para o debate”, diz. Também está na mira do presidente ampliar a presença da entidade nas redes sociais, sobretudo Facebook e Instagram. “Queremos levar ao público informações relevantes de uma forma mais leve”, diz.

Depois de um ano de muito aprendizado e adaptação ao novo modo de vida imposto pela pandemia, Kobayashi acredita que é o momento de o seguro de pessoas aproveitar a popularidade conquistada para crescer ainda mais. “Diante da proximidade da morte e das doenças, parte significativa da sociedade identificou no seguro uma forma de proteção pessoal, financeira e familiar. Este é um momento importante para esclarecer o público sobre o seguro de vida e sua relevância no planejamento financeiro”, diz.

 

Fonte: CVG-SP | Texto: Márcia Alves