Clipping

Vida e obra de Osmar Bertacini são retratadas no livro do jornalista Carlos Pacheco

06/12/2021

“... e para quem não me conhece... meu nome é ...”. O famoso jargão, que sempre precedia qualquer fala de Osmar Bertacini nos eventos do mercado de seguros, foi escolhido pelo jornalista Carlos Alberto Pacheco como título da obra que narra “a trajetória de um ícone do mercado de seguros”. Lançado no dia 3 de dezembro, durante evento promovido pelo Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP), o livro refaz, em 90 páginas e oito capítulos, a vida pessoal e profissional de Bertacini, desde que deixou a pequena Palestina, no interior de São Paulo, em 1962, para estudar administração na capital paulista, até 2019, quando faleceu.

Segundo o autor, o livro não era para ser uma obra póstuma, já que foi iniciado com o aval e participação do próprio Bertacini, que concedeu diversas entrevistas à jornalista Marcia Kovacs. “Mas, o destino assim o quis de transformar memórias e lições de um homem que trabalhou muito e acreditou num ideal: o de propagar o sentido de proteção da vida em ampla escala”, registra o autor na contracapa do livro. Jornalista experiente, com mais de 30 anos de carreira, Pacheco é, atualmente, editor da Revista Insurance Corp.

O livro relata que a carreira de Bertacini no mercado de seguros começou naquele mesmo ano, em 1962, na Companhia Internacional de Seguros, na qual trabalhou por 22 anos. Na empresa, que foi o seu “único registro em carteira profissional”, como gostava de frisar, ele se apaixonou pelo seguro de vida e fez da defesa do ramo o seu ideal de vida. Em meados da década de 80, habilitou-se como corretor de seguros para atuar na Libra Corretora de Seguros.

Seu bom desempenho no curso e a boa oratória não passaram despercebidos do professor José Francisco de Miranda Fontana, que o convidou para lecionar. Esta atividade ele cumpriu por quase três décadas. Na Libra, atuou por seis anos até decidir, em fevereiro de 1991, criar a Humana Seguros, que hoje é uma das maiores assessorias de seguros do país.

O livro sobre Bertacini, que tem o selo da Editora Incremento, traz diversos depoimentos de amigos e admiradores. Um deles é do ex-presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya: “Aprendi muito com ele. Não por acaso, Osmar era reconhecido como a lenda viva do seguro de vida. Reafirmo sua importância na consolidação deste mercado no Brasil”.

No CVG-SP

Na trajetória profissional de Bertacini, o CVG-SP ocupa lugar de destaque, não apenas por sua participação na fundação, como também pela passagem em diversas diretorias até chegar à presidência, exercida por duas gestões (2009 e 2012).

No final dessa última gestão, ele foi homenageado pelo CVG-SP por seus 50 anos de carreira e 70 anos de vida.

Em 2017, recebeu nova homenagem do CVG-SP por seus 55 anos de vida profissional.

 

 

Para adquirir o livro, solicitar pelo e-mail: redacao@insurancecorp.com.br

 

Fonte: CVG-SP | Texto: Márcia Alves