Clipping

CVG-SP marca presença na Conferência Latino-Americana de LIMRA e LOMA

11/11/2019

O presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, foi um dos brasileiros presentes na Conferência Latino-Americana de LIMRA e LOMA, realizada entre os dias 4 e 6 de novembro, em Mendoza, na Argentina. A partir do tema central “Novas perspectivas e inovações para o futuro dos seguros”, especialistas de diferentes países apresentaram sua visão sobre os problemas e oportunidades que o mercado de seguros de pessoas da América Latina enfrenta.

No primeiro dia do evento foi aplicado um treinamento em neuroselling, que soma estudos da neurociência sobre economia comportamental com técnicas de vendas. Os estudos revelam que muitas pessoas tomam decisões de compra movidas pela emoção, mas justificam com a razão. O treinamento mostrou que um dos fatores decisivos em jogo quando se trata de vender uma apólice de seguro é a capacidade dos distribuidores de simpatizar com o cliente e criar uma conexão. “Tivemos uma boa noção do quanto é importante entender o comportamento do cliente para efetuar a venda”, disse Kasahaya.

Um dos destaques do evento foi a apresentação de Ty R. Sagalow, um dos fundadores da Lemonade, a primeira insurtech regulamentada nos Estados Unidos e que hoje opera com uma licença de seguradora para cada estado americano em que está presente. A empresa oferece seguro residencial a partir de US$ 5, que podem ser contratados por aplicativo. A regulação de sinistros também é feita por aplicativo e a indenização por meio de cartão de crédito. “A Lemonade trouxe um bom exemplo de contratação digital, priorizando a facilidade para o cliente em todas as etapas do seguro até o sinistro”, disse Kasahaya.

Ainda no primeiro dia de conferência, a previdência na América Latina foi debatida por Ale Hall, diretor administrativo de pesquisa da Society of Actuaries, e por Hernán Poblete Miranda, diretor associado de Pesquisa Internacional de LIMRA e LOMA. Ambos abordaram a questão da transição demográfica na América Latina, ressaltando a tendência de rápido envelhecimento populacional, acima da média de outros países.

Os palestrantes apresentaram estudo da LIMRA e da Society of Actuaries que mapeia as oportunidades dessa mudança demográfica, incluindo produtos, canais, estratégias de marketing e tecnologias adequadas para segmentos distintos da população. O estudo também tratou das formas de financiamento (público e privado) para suprir a lacuna de financiamento dos sistemas de aposentadoria dos países latino-americanos.

Representando o Brasil, o atual presidente das Empresas Bradesco Vida e Previdência e Bradesco Capitalização e presidente da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), Jorge Pohlmann Nasser, apresentou o tema “O novo paradigma da seguridade social no Brasil”.

No segundo dia, a conferência discutiu as transformações no seguro provocadas por novas tecnologias no painel Inteligência Artificial, Análise e Gerenciamento de Dados. Outro debate ocorreu em torno da percepção sobre seguros e as preocupações financeiras dos consumidores. Na ocasião, a LIMRA apresentou estudo sobre o tema com enfoque nos seguros de vida resgatáveis a partir do comportamento dos consumidores de diferentes idades e rendas.

“A força de vendas do futuro na América Latina” e o “DNA do profissional do futuro” foram temas debatidos sob o ponto de vista de novas experiências para o consumidor de seguros. A conferência foi encerrada com a palestra Santiago Kovadloff, ensaísta, poeta e membro da Real Academia Espanhola, que trouxe um olhar filosófico em relação à atividade seguradora.

Fonte: CVG-SP | Texto: Márcia Alves